Gosto de Cuba mas prefiro a Jamaica

Orgulha-se a RTP de ser a única televisão estrangeira à qual foi permitida a permanencia em Cuba para gravação de uma reportagem acerca daquele que continua a ser o bastião do comunismo a ocidente. Orgulha-se a RTP e tem razões para isso.
Levanta-se, no entanto, a questão: Não será arriscado ou impertinente, para quem vive num regime ditatorial no qual se sofre ameaças de morte se se ousar enfrentá-lo, ter um gravador ao lado do telefone caso seja alvo de uma chamada pouco amigável e informar o interlocutor que se está a gravar a conversa? Se calhar é arriscado. Tão arriscado como falar acerca da realidade social cubana para uma camâra de televisão. (Fala-se na hipótese de actores contratados.)

Aguardam-se notícias dos entrevistados pela RTP. Não serão boas por certo...

0 Responses to “Gosto de Cuba mas prefiro a Jamaica”

Enviar um comentário


Links to this post

Criar uma hiperligação

Zurraria

  • Para além de ocuparmos espaço na net, desperdiçamos também papel no Jornal de Monchique...

    Zurras Mail

  • zurraria@gmail.com