Os géis

Existem coisas parvas, mas de entre essas, existem ainda umas que se distinguem de outras por especial parvoíce.
Excluindo-me à partida, - vocês dirão de vossa, legítima diga-se, justiça - uma das que me impertinentam grandemente será a questão dos géis capilares. E impertinenta-me por várias razões.
Primeira das quais.
O Gel está caro.
Segunda das quais.
Diz que o Gel faz desaparecer o cabelo.
Má estratégia, rapazes dos géis.
Depois uma outra questão.
Todos os géis, e isso inquieta-me, são fortes. Não existem géis "assim-assim" ou "fixa mais ou menos". Todos fortes. Ahhh, bendita a fartura, tudo forte. A gente todos contentes. Géis fortes prá malta.
E se são todos fortes, há uns que auguram ser mais que os outros.
Denominam-se os Super Fortes e Os Extra-Fortes.
E agora saber qual o que leva o ascendente, se o super se o extra...
Longos os minutos os que perdi a pensar nisto.
E sem haver um gel mais ou menos... E eu a ver se não me levam o cabelo.

2 Responses to “Os géis”

  1. # Blogger Bruno Nunes

    Sempre ouvi dizer: É dos carecas que elas gostam mais... lol  

  2. # Anonymous Anónimo

    Temos sempre a alternativa mais saudável do sabão de glicerina aplicado directamente na tola com um componente mínimo de água da torneira. O efeito é magnífico, mas cuidado com os dias de chuva, não vá a coisa ensaboar. Curti o blog, boa onda!  

Enviar um comentário

Zurraria

  • Para além de ocuparmos espaço na net, desperdiçamos também papel no Jornal de Monchique...

    Zurras Mail

  • zurraria@gmail.com