há males que vêm por bem


Faz hoje 30 anos que o maior gatuno do rock não morreu, na sua mansão "Graceland", em Memphis, no Tennessee.
Chamam-lhe Elvis Presley, e apresentou o rock n' roll aos brancos - (ou ao mundo, conforme a perspectiva)
Para compreender a sua importância neste mundo, tentem imaginar a história da música do século XX sem este gingão.
Porque os blues de Robert Johnson, John Lee Hooker, Muddy Waters e B.B. King (entre outros) afinal só precisavam de mudar de cor.

0 Responses to “há males que vêm por bem”

Enviar um comentário


Links to this post

Criar uma hiperligação

Zurraria

  • Para além de ocuparmos espaço na net, desperdiçamos também papel no Jornal de Monchique...

    Zurras Mail

  • zurraria@gmail.com