E prá malta não se aborrecer na estrada...

Coisas que se podem fazer para contornar a condução monótona:

- Beber pacotinhos de leite do Nesquik, suminhos bongo e/ou comer bolachinhas compulsivamente;
- Fumar (charuto, cigarros, tabaco de enrolar e/ou outras substâncias menos lícitas);
- Receber sexo oral de uma qualquer sueca;
- Comer um(a) sandes/ hambúrguer/ cachorro/ pizza/lasanha/ feijoadinha à brasileira/ comida chinesa (de preferência daquela que vem em chapa quente) com pauzinhos;
- Ler o Expresso, incluindo revistas;
- Quando acabar o Expresso, ler o “Guerra e Paz” do Tolstoi;
- Fazer/ retocar a maquilhagem (As senhoras, claro está);
- Ler a Maxmen e provocar a auto-satisfação sexual.
- Trautear/assobiar a música da Heidi.
- Injuriar os restantes condutores, sublinhando com buzinadelas prolongadas e gestos veementes;
- Andar em vias de duas faixas aos ziguezagues;
- Andar em estradas de uma só faixa a 20 km/h para irritar os condutores que nos seguem. (Digam lá que nunca experimentaram?)
Se porventura ainda se sentir entediado, ligue o rádio… que raio!

3 Responses to “E prá malta não se aborrecer na estrada...”

  1. # Blogger Pistacha

    prefiro aquele jogo de fazer palavras com a matrícula do carro da frente..  

  2. # Blogger Pedro Guerreiro

    Não gosto muito...  

  3. # Anonymous Joaninha

    Geralmente como ando de R5, que neste momento o rádio está em fase de reparação à cerca de 5 anitos... ligo o telemovel ponho uma musiquinha, buzino insistentemente cada vez que vejo um condutor mais entusiasmado e... tenho sempre um pacotinho de um Bongo, e um leitinho de Chocolate mesmo ao meu lado...E ainda as bolachinhas...nao vejo qual é o problema...  

Enviar um comentário


Links to this post

Criar uma hiperligação

Zurraria

  • Para além de ocuparmos espaço na net, desperdiçamos também papel no Jornal de Monchique...

    Zurras Mail

  • zurraria@gmail.com